“Estimular as crianças a meditar é possível!”, surpreende-se Érica M. dos Santos, coordenadora da Escola Bilíngue See-Saw Panamby. Ela afirma que, quando se inscrever no Workshop Meditação para Sala de Aula, tinha dúvidas se seria realmente possível colocar a prática da meditação no dia a dia escolar. “No workshop, a Dani coloca tudo de forma muito natural. Ela mostra que não é difícil, que demanda prática e comprometimento, mas que é possível”, anima-se.

Érica, que coordena alunos de 18 meses a 4 anos na See-Saw, afirma que procurou conhecer melhor a prática da meditação porque nota que mesmo as crianças menores precisam de atividades que ajudem-nas a ter mais qualidade de vida. “O que me chama a atenção é que elas não sabem esperar a sua vez, são muito reativas, não conseguem parar e contemplar algo. Precisam de tudo agora, ao mesmo tempo”, pontua.

Para a pedagoga, o estresse, a impaciência e a ansiedade são resultado de agendas cheias e excesso de tarefas. Ela diz que nota essa irritabilidade mesmo crianças menores, que por conta da idade têm normalmente menos foco nas atividades. E acredita que a prática de mindfulness pode ser benéfica.

“O workshop correspondeu muito às minhas expectativas. Aprendi práticas e conceitos teóricos, refletimos sobre a importância da meditação hoje em dia, assistimos vídeos das práticas com as crianças e recebemos dicas valiosas”, acredita.

Agora, Érica pretende colocar os conhecimentos em prática, sugerindo envolver a escola como um todo, e não apenas com iniciativas isoladas. “O material do workshop foi muito rico, fiquei curiosa para conhecer os outros módulos de formação. A Dani quebrou o mito de que praticar meditação com crianças é difícil ou inatingível”.